Pare de sofrer agora

Por que sofremos tanto_

Por Marciele Brum, Reiki Master

Certo dia, uma moça fez a seguinte indagação durante atendimento na nossa Casa do Reiki: “Mestre, eu troquei de emprego, paguei todas as dívidas, a vida está do jeito que eu gostaria. Por que esta angústia e ansiedade não passam”?

Essas emoções perturbadoras persistem, porque acreditamos que a felicidade depende de fatores externos. Esse é um grande equívoco. Podemos momentaneamente ficar satisfeitos com conquistas cotidianas, entretanto, logo estaremos tristes e frustrados novamente. Bens materiais, ter um relacionamento amoroso e realização de metas não são causas reais de felicidade e bem-estar. Há pessoas bem-sucedidas que são extremamente infelizes. A única forma de vivermos mais plenos e felizes é cultivarmos diariamente estados mentais mais saudáveis.

A mente do ser humano tende a ser doentia, está sempre a nos contar histórias irreais e a gerar preocupações desnecessárias. O segredo é ouvirmos nossa mente, observar e deixar passar o que vem de forma gentil, sem julgamento ou crítica. Aceitar a realidade como ela é com amorosidade.

Vivenciar o momento presente de forma atenta, sair do piloto automático, com o qual estamos acostumados na correria do mundo moderno, garante a libertação do sofrimento. Apesar de se pregar na sociedade que precisamos sofrer para crescer, podemos resolver nossos processos internos suavemente, evoluindo gradativamente.

O próprio Dalai Lama afirma que não precisamos obrigatoriamente ter uma religião, o mais importante é meditar para que a mente permaneça pura. Quando transformamos o Reiki e a meditação em práticas de vida, criamos novas sinapses cerebrais para sermos mais tranquilos e satisfeitos. A sensação de bem-estar será natural. Acordamos mais felizes e realizados independentemente da nossa situação no plano físico.

Tem uma parábola que se conta muito em cursos de Reiki. Um mestre pediu a um discípulo para que buscasse, com um cesto sujo e furado, água no rio. Ele contestou argumentando que seria impossível trazer a água dessa forma. Fez dezenas de viagens. E o mestre perguntava: “Então, o que você aprendeu hoje”? O discípulo respondia: “Que o cesto não retém água”. Até que o discípulo percebeu que o cesto estava limpo após tantas tentativas de carregar água. Com essa constatação, o mestre falou: “Agora, você compreendeu. Esse cesto é como a mente humana. A mente não retém. Por isso, todos os dias temos de repetir os cinco princípios do Reiki para higienizá-la e mantê-la saudável e equilibrada”.

Essa história mostra o quanto é essencial evitarmos atitudes negativas e buscarmos práticas de vida positivas que estimulem o equilíbrio e a tranquilidade. Técnicas que limpem a sujeira acumulada no dia a dia. Temos de evitar negatividades, não devemos falar mal dos outros, julgar, criticar. Por que alimentar pensamentos negativos ou se conectar com vibrações de baixa frequência?

Precisamos fazer um esforço sincero para ver e ouvir o lado bom e belo da vida. Podemos escolher nos relacionar com o melhor de cada pessoa. Com o tempo, será cada vez mais fácil manter um estado de paz, amor e gratidão.

#CasaReikiMasterMarcieleBrum
#Reiki #Felicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s