Tudo passa

Shall I compare thee to a summers day_ Thou art more lovely and more temperate..

Por Marciele Brum, Reiki Master e Karuna-Reiki® Master

As flores para os japoneses simbolizam a impermanência da vida. Assim como os seres humanos, elas nascem, crescem, florescem, chegam ao auge de sua luz e beleza, envelhecem e morrem.

A única coisa permanente é a mudança. Todos os dias, partes de nós nascem e morrem. Somos cíclicos. As nossas leituras, experiências e interações no cotidiano fazem a gente mudar de atitude ou repensar nossos pontos de vista a cada momento. Se olharmos para trás, não somos mais os mesmos. Mudamos não só de fisionomia nas fotos, mas também alteramos nossos pensamentos.

A adaptação à realidade é o segredo para sobrevivermos e mantermos nossa paz interior. Tudo que é muito inflexível se quebra. Ser maleável e aprender a observar o que nos cerca, sem julgamento ou crítica, não significa fraqueza. Pelo contrário, viver bem e aceitar de peito aberto o que quer venha, em meio ao caos e à incerteza, é para os bem fortes. É um exercício diário de tolerância e humildade. Não somos os donos da verdade. Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é.

Mudar é vencer a si mesmo, tendo em vista que os grupos nos quais estamos inseridos tentam nos ditar padrões de comportamento rígidos. Muitas vezes essas amarras impedem de manifestarmos nossa natureza verdadeira. E preferimos seguir condicionados a regras que não acrescentam nada à nossa existência. E pior, enchem nossa cabeça de preconceitos, travando a nossa evolução espiritual.

Não existe mal que sempre dure nem felicidade inesgotável. Quando enfrentamos o ápice da dificuldade, estamos a um passo da meta. As horas mais escuras da noite são as que precedem o amanhecer.

O que há é a postura que temos diante da realidade. Aceitação é uma condição-chave para reduzirmos o sofrimento. Muito além da felicidade e da infelicidade, existe a paz que vem do cultivo de estados mentais mais saudáveis.

Ser feliz independe de fatores externos. Nós mudamos e, então, o nosso entorno se transforma. Nós sorrimos e recebemos essa mesma energia de volta. Como diria Albert Einstein, a vida é como jogar uma bola na parede. Ela vai voltar do mesmo jeito e com a mesma intensidade com que foi arremessada. Ação e reação, simples assim.

#Reiki

#CasaReikiMasterMarcieleBrum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s